07/08/17

O coração está apertado. Miudinho miudinho.
Ao mesmo tempo parece que está gigante apertando e entalando minha garganta.
A sobrancelha toda franzidinha.
Os olhos transbordando lágrimas quentinhas e ligeiras.
Tudo desajustado e fora de prumo.
Aquela angústia marota.
Auto sabotando o auto aconselhamento diário de auto suficiência.
A solidão hoje me espancou.
O sono não vem enquanto não caibo de novo no meu próprio colo.
Clichêrizando o final de domingo dos que precisam esquentar os pés sozinho…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *